Quando a Liga comunicou o horário do próximo clássico de sábado, de imediato dei por mim a pensar: “E se fossemos almoçar?”.

Rapidamente recuei uns bons anos atrás para recordar esses velhos tempos, em que eu e o meu Pai, saíamos de nossa casa bem cedinho para nos juntarmos aos nossos amigos. Obviamente o objetivo era seguirmos para o velhinho José de Alvalade, vestidos a rigor para assistirmos ao vivo aos jogos do nosso Sporting. Mas era mais do que isso. Era o dia em que nos reuníamos à mesa para no meio de uma bela almoçarada, discutirmos e falarmos do universo Sporting. Era o dia da partilha, da união, de dizermos a todos: “Hoje não dá joga o Sporting”. Após os jogos, chegávamos tarde a casa, cansados, muitas vezes satisfeitos com os resultados, outra vezes menos, mas com o coração cheio de Sporting. Foi assim, no dia 14 de dezembro de 1986, dia em que vencemos o Benfica por 7-1.

Este sábado vai ser assim, à moda antiga. Sei que não vou ter os vendedores de almofadas, aqueles que à porta do estádio gritavam: “É pró cu, é pró cu, almofadinhas para a bola!!!!”. Sei que não vou ter os vendedores, daqueles barras de caramelo e amendoim que se colavam aos dentes e no céu da boca, e que gritavam pelas bancadas: “ Olhóóóóó Nogáááá”, mas vou ter uma almoçarada e um dia à Sporting, na companhia dos meus filhos e dos meus amigos. Na esperança de que ao final da tarde, estejamos a beber umas jolas e a festejar a vitória do nosso Sporting.

Que bom são estes jogos à tarde!!!

ESTE POST É DA AUTORIA DE… Aires
*às quartas, a cozinha da Tasca abre-se a todos os que a frequentam. Para te candidatares a servir estes Leões, basta estares preparado para as palmas ou para as cuspidelas. E enviares um e-mail com o teu texto para atascadocherba@gmail.com