Já vi defendido muitas vezes que alguns adeptos do Sporting são malucos ao serem críticos desta direção por quererem o titulo. Não sei muito bem quem é o maluco que achou que íamos ganhar o titulo. Mas porra… que raio de Sportinguistas estamos a criar se acham que estar mais perto do 5º do que do 1º é uma coisa normal?! Quando é que a exigência do Sportinguistas desceu tão baixo que os calções verdes eram o fim do mundo mas estarmos neste estado é normal?

Quais é que são mesmo os problemas. Vou tirar da equação a parte das golpadas porque isso para mim só serve a direção atual, uma vez que leva a discussão para um lado estéril de extremismos que servem pouco para avaliar o que está a ser feito.

1º Falta de paixão. Alguém olha para a equipa do Sporting actual e sente que ela está embebida de um espírito guerreiro, que vive o jogo com paixão ou alguém vê isso nos seus dirigentes? Alguém olha e diz que esta é uma equipa à Sporting. E não me venham com merdas… a equipa do Leonardo Jardim era mais paixão que outra coisa. Aquela equipa viveu dela e da sua direção trazerem ao de cima toda a paixão dos adeptos. No limite hoje vêm isso num Coates, Acuna… Nani… alguns jogadores de forma individual. Não há uma cultura de combatividade na equipa do Sporting.

2º Falta de rumo. Alguém percebe que estamos a construir uma equipa? Acabou Janeiro, a oportunidade para a direção provar que tem um rumo. O que é que fizemos? Estamos a construir o futuro? Com o quê? Gudelj em vez do Doumbia? Geraldes a jogar 15 minutos em 1 mês? M. Luis na prateleira? Diaby a jogar mais que o Jovane? Ilori no lugar do A. Pinto? Indo comprar um Prata, que é um extremo, possivelmente a posição em que somos mais fortes (Jovane, Nani, Acuna, Raphinha… para não ir a Matheus…)?! Em vez de poupar o do Prata e do Ilori e ir buscar um central jovem e com potencial a sério? Não há ninguém da direção que diga ao Keizer “Keizer…vamos preparar o futuro. Dá tempo aos miúdos, dá oportunidade de se mostrarem, dá entrosamento… esquece os que têm menos futuro como o Gudelj ou o Diaby. Dá tempo ao Geraldes e ao M. Luis dando descanso ao Wendel e quando possível ao B. Fernandes… este ano no campeonato está feito. Por isso vamos pegar nisso e preparar o futuro!. E apostar com mais força na Liga Europa e na taça… ter lá os jogadores principais fresquinhos. Esquece o B. Gaspar e vai dando tempo ao Thierry no campeonato.”. Não há quem defina um rumo, não há quem defina objetivos. Não há quem pense o Sporting do futuro.

3º Falta de comunicação com os Sportinguistas. Se fosse comunicado aos Sportinguistas ao que estamos, o que estamos a construir, o que queremos para a equipa principal. Quais as restrições, porque abdicamos deste ou daquele jogador, porque é que há jogadores que quase não estão a ser utilizados, quais os objetivos da equipa. Não ouvir do responsável máximo nenhuma definição de objetivos, nenhum rumo para a equipa principal e apenas ouvir que é difícil porque vinha de uma situação difícil e que o plantel não tem qualidade… só piora a azia porque prova a incapacidade absoluta de liderança. E vai-se ao ponto de fizer que o plantel não tem qualidade nas desculpas que se arranjam. Dando uma facada nos miúdos de qualidade que temos e que têm sido encostados.

viana-varandas

O que eu acho que falta em definitivo? O que sempre achei que ia faltar. O Varandas não percebe um crl de futebol. Não é por estar no balneário que se percebe de futebol. O Couceiro foi tudo e mais alguma coisa no futebol, esteve anos a fio em balneários e não o queria nem para roupeiro! E como ele há milhares de pessoas do futebol que andam em balneários anos a fio e não os queria para nada, muito menos para presidente.

O Viana e o Beto… com todo o respeito que tenho (e tenho MESMO) por eles… não são quem eu vejo definir um plano com cabeça, tronco e membros para o futebol. Nunca os ouvi sobre isso, não lhes conheço nenhum pensamento estratégico, nada. Aliás só o facto do Viana andar de relações internacionais para direção, para não sei mais onde diz tudo. Falta alguém com um plano estratégico, que saiba como liderar uma equipa, que saiba quando exigir e quando apoiar, que tenha uma visão para o Sporting daqui a 3 anos e um plano para a equipa, que perceba do treino e consiga perceber o que é um bom treinador para o plano que tem. Nada disto existe no Sporting.

Atualmente há um amontoado de anúncios de nomes que dificilmente se entende uma lógica em todos eles. Raul José no Scouting?! A sério?! Um adjunto do JJ para a academia? O Tomás Morais vai fazer o quê? Conferencias e seminários de liderança? Onde está o plano global para a formação? O Scouting está a contratar já? O treinador validou sequer estas contratações? Quem é que manda no Sporting? Vocês já viram o estado deplorável em que está a comunicação do Sporting? E o jornal?!

Isto para não me alongar ainda mais porque podia estar aqui a escrever a tarde toda. E é isto que muitos (eu incluído) ficam arrepiados de pensar. É no futuro. Não é se ganhamos o titulo este ano ou não. Não é se o Keizer fica ou não, se ele é o homem certo ou não. Isso é um pormenor que só é uma coisa critica para quem não está a ver efetivamente o que está (ou não está) a acontecer no Sporting. Até podemos ir às meias finais da Liga europa e à da Taça de Portugal (sim… não foi por acaso que escolhi este percurso…). Nada do que está para trás deixa de ser verdade. E se não se mudar este ano, no próximo temos um ano muito pior ainda…

ESTE POST É DA AUTORIA DE… Tiago Coração de Leão
*às quartas, a cozinha da Tasca abre-se a todos os que a frequentam. Para te candidatares a servir estes Leões, basta estares preparado para as palmas ou para as cuspidelas. E enviares um e-mail com o teu texto para atascadocherba@gmail.com