Estamos em Março… é altura para começar a olhar para o ano de 2019/20 até porque 18/19 morreu à muito. Que futebol é que teremos?! Que equipa? Que objetivos? Que estrutura? Bem…aqui fica o que eu gostaria…o meu projeto de 2019/20. Para bem da minha sanidade mental vou ignorar a época 2018/19 e tudo o que já poderia ter sido feito a preparar a época 19/20 convenientemente. O que não vai ser difícil de perceber pelo que vou dizer.

Começando pelo princípio…o que é que eu queria do futebol do Sporting? Objetivos? Bom… haveria uma regra de ouro. Toda a comunicação tinha de ser feita em torno de “Ganhar o próximo jogo”. É só disso que falamos. Candidatos ou não candidatos: ”o Sporting é o Sporting…não tem de se afirmar candidatos todos os anos. Só os atrasados não conhecem a grandeza do Sporting. Tem é de mostrar dentro de campo, jogo a jogo”. Nada de caganças, nada de aparecer de peito feito com 2 ou 3 goleadas seguidas. Passar isso para os jogadores. Zero ansiedade por tabelas classificativas ou títulos de jornais ou o crl. Jogo a jogo, jogo a jogo. Lutar pelo lugar na equipa em cada treino e em cada jogo. Nunca falar no jogo depois do próximo, nunca falar em períodos ou fases complicadas. Próximo jogo.

Sendo assim, equipa. Há jogadores de que eu não abdicava por nada. Coates, B. Fernandes e Raphinha estariam no plantel do próximo ano, a não ser que batessem a clausula. O resto, quem estivesse acima dos 23 anos estaria à venda. Vou ignorar o diz que disse de contratações.

Então:

GR: Idealmente comprava um titular (de qualidade e experiente) + Max. Se não conseguirmos vender os 2 que temos e ficarmos com 1…emprestava o Max e contratava o titular. Não ficava em caso nenhum com o que tivesse o maior ordenado.

DD: Contratar 1 a sério e depois Thierry. Se não conseguirmos empandeirar estes 2…empresta-los a alguém. Se fosse de todo impossível e ninguém quisesse…emprestava o Thierry. Mas só em ultimíssimo caso.

DE: Acuna + Borja. Se conseguirmos um guito valente pelo Acuna podemos contratar 1 titular. Se for para ir buscar duvidoso chamem o Empis ou o Conte para suplentes.

DC: Coates+D. Duarte+ Ivanildo. E contratar um central a sério. Despachar o Ilori urgentemente. E sim…estou a fazer de conta que o Neto não vem…PS: Neto foi apresentado ontem…com isto, não contratava mais ninguém.

MC: Doumbia, Paz, Bragança, Wendell, Geraldes e B. Fernandes. Emprestava o M. Luis na 1ª a não ser que Wendell saísse…aí podia ficar no plantel. Não contratava nenhum médio. Mantinha o Palhinha em Braga a não ser que o Braga o quisesse despachar. E nesse caso estaria no plantel no lugar ou do Paz ou do Bragança. Provavelmente o Paz porque acho mais fácil o Paz ser emprestado e jogar na 1ª divisão que o Bragança que exige um treinador que saiba o que faz.

Alas: Jovane, Raphinha, Plata, Elves.

PL: Pedro Mendes e Dost. Se conseguirmos vender o Dost por um preço bacano ir buscar 2 PL mais móveis. Se só conseguirmos vender o LP vão buscar 1. Se não conseguirem empandeirar o LP para lado nenhum…não dá para contratar…

Sendo que este plantel não é estanque. Por exemplo se o treinador fosse adepto de um 442 teria de ser ajustado o plantel a isso. Fosse ele clássico ou losango. Mas a base era esta.

O objetivo é fazer um plantel equilibrado entre jogadores caros e jovens, com experiência de alguns a amparar os putos. Outro dos objetivos é chamar os adeptos. E que os adeptos ganhem afeto a uma equipa com muito puto da casa e graúdos dedicados. Um plantel destes é feito com um orçamento bastante baixo, algo de que precisamos e chega e sobra para fazer uma época mais do que competente.

O resto dos jogadores que aqui não estão é para despachar. Contratem alguém para despachar esta gente toda pelo melhor preço possível…e eu contratava já.

Chegamos ao treinador. O que é que eu queria para o meu treinador?
– 1º Um treinador que metesse a equipa a jogar futebol como equipa. Como um conjunto;
– 2º Um treinador formador, capaz de meter os miúdos a jogar no seu potencial e irem evoluindo. Que não tivesse medo;
– 3º Um treinador que goste de criar uma equipa base mas que não tenha problemas em estar em constante rotação de plantel

Para mim seria Rui Jorge…mas Silas, Luis Castro…enfim…treinadores de qualidade há muitos. Precisava de ter uma conversa com eles e tinha de perceber como é que eles encaixariam os 3 pontos anteriores e no projeto. O que melhor encaixa-se seria treinador do Sporting. Até podia ser um Sá Pinto… tinha era de encaixar bem no que eu queria para o Sporting. E eu achar que tinha qualidade para isso. Tinha de conhecer o treinador e o seu percurso como me conheço a mim.

Não o dizendo, ser obvio para todos que o Sporting mais do que estar a lutar para o título (mas estando), está a construir uma equipa. Não é preciso desvalorizar os jogadores nem dizer isso. O discurso jogo a jogo e a constituição do plantel tornam isso obvio para todos. E além disto passa a mensagem para os putos da academia e potenciais putos da academia. Nós acreditamos em vocês e estamos cá para vos dar oportunidades. Ter um plantel assim e uma equipa constantemente a jogar com putos manda uma mensagem que vale 30 vezes mais forte que renovações em magote ou palavras vazias.

Dar muito mais presença e espaço ao Beto e ao H. Viana. Mais que ao presidente. Eles devem dar a cara, chamar ao coração dos Sportinguistas, explicar o projeto, mostrar-se confiantes no valor da equipa, mostrar muita confiança nos putos, liderar! Eles sabem fazê-lo.

Este seria o meu projeto para o ano de 2019/20. Não quer dizer que tivesse de ser tudo exatamente assim mas acho que todos percebem o fio condutor. Tudo jogadores com contratos de muitos anos.

O que eu mais temo ser a realidade? Que este ano não seja um acaso. Que venham aí mais 10 ou 15 contratações, que venham aí 10 ou 15 dispensas quase sem retorno nenhum para o Sporting, que fique vá…2 ou 3 putos no máximo e que passarão o tempo na bancada, que o treinador seja escolhido à Keizer (sem critério nenhum, sem projecto nenhum, sem ideia nenhuma e apenas a conselho de A ou B…acho que hoje isso é evidente…não foi por apostar nos putos de certeza, não foi por ser um treinador taticamente especial, não foi por ser nada…). Que não haja nenhum plano estratégico que não seja fazer tudo para ganhar, que não haja nenhuma estratégia comunicacional logo de inicio que não seja encher o balão e tentar vender GB dizendo que somos candidatos dia sim dia sim…

ESTE POST É DA AUTORIA DE… Tiago Coração de Leão
*às quartas, a cozinha da Tasca abre-se a todos os que a frequentam. Para te candidatares a servir estes Leões, basta estares preparado para as palmas ou para as cuspidelas. E enviares um e-mail com o teu texto para atascadocherba@gmail.com